Por causa de Sabrina, perdi meu guarda-chuva



Quase nunca uso guarda-chuva, mas chovia muito em Salvador e eu precisava ir ao centro da cidade. Quando terminei de resolver o assunto que me levou até lá a chuva havia passado e resolvi andar um pouco pelo Largo do Campo Grande, coisa que não fazia há muito tempo.
O Campo Grande estava quase deserto por causa da chuva, a temperatura era agradável e fiquei batendo perna por ali, até encontrar uma figura interessante. Sentado em um banco, usando bermuda e uma camisa da seleção brasileira, ele pintava cuidadosamente as unhas. Perguntei se podia fazer umas fotos, ele abriu um sorriso e começou a fazer poses. Então, encostei o guarda-chuva numa pilastra, tirei a câmera do mochila e fiz algumas fotos. Ficamos conversando durante algum tempo. Ele se chama “Sabrina”, é travesti e mora ali por perto. Me disse que só se arruma (ou “se monta”, como eles dizem) à noite e faz ponto ali mesmo. Me despedi e prometi voltar lá na próxima semana para lhe resentear com algumas cópias das fotos.
Quando cheguei em casa chovia novamente e, só então, me dei conta que o guarda-chuva havia ficado lá, encostado na pilastra. Espero que Sabrina tenha guardado.

Anúncios
Comments
One Response to “Por causa de Sabrina, perdi meu guarda-chuva”
  1. márcia disse:

    Daria um ensaio fantástico esse encontro. Estou Maniaca com encontros, com ensaios,rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: